geral@igrejalighthouse.com
Esta é uma questão que paira nas nossas mentes com alguma frequência. De certa forma, esta pergunta reflete o nosso reconhecimento enquanto humanos, falíveis e pecadores em contraste com um Deus santo, puro e cheio de amor. E perguntamos... Será mesmo possível? Será que um Deus sem pecado pode nos amar, pessoas cheias de pecado? De facto, nós somos pecadores. Somos inclusive comparados a imundos (Isaías 64:6). A nossa condição, depois da queda do Homem, passou a ser esta. Temos o mal dentro de nós, intenções odiosas e egoístas. O pecado faz-nos assim. O apóstolo João fala-nos também desta nossa natureza: “Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a Sua palavra não está em nós” (I João 1:10).

Por vezes, por mais que nos digam que somos amados por Deus e que nos citem o versículo 16 de João 3, sentimos que essa não é a realidade. Sentimo-nos “desamados”, abandonados e, até, frustrados porque não sentimos o amor de Deus na nossa vida. No entanto, esta não é a verdade. Os nossos sentimentos podem ser enganosos e não devem ser o leme da nossa vida. Não digo que devemos ignorar os nossos sentimentos, mas estes não podem dirigir as nossas decisões. Portanto, mesmo que não sintamos, Deus nos ama. Ele não nos abandona, mesmo parecendo que estamos no vale da sombra da morte. Pela fé em Cristo Jesus, cremos que Deus nos ama! E Ele demonstrou-nos enviando o Seu filho perfeito para nos salvar. Amar é ação, não é sentimento. Podemos não sentir que Deus nos ama, mas as Suas ações falam mais alto que qualquer emoção. Mesmo até que não sintamos o amor de Deus o resto das nossas vidas (o que é impossível), Ele já provou que nos ama, retirando a cédula que contra nós existia (Colossenses 2:14).

Para as pessoas que se encontram abatidas consigo mesmas e questionam se Deus as ama devido às suas más escolhas, ações e intenções, tenho algo a dizer: Deus te ama.

Não há nada que nos possa separar do amor de Deus (Romanos 8: 38-39). Embora possamos reconhecer a nossa natureza pecaminosa, esta não determina a nossa vida e Deus não nos vê segundo as nossas más ações. Quando cremos no sacrifício perfeito de Cristo, Deus vê Jesus em nós. Diante de Deus, estamos limpos, pois Cristo levou com Ele tudo aquilo que nos afastava Dele.

Salomé Fidalgo

28/08/2020